A importância da Pecuária - NW ROYAL - Carnes Especiais
Linguiça de Costela Angus Carapreta
Linguiça de costela Angus, queeee delícia!
28 de setembro de 2020
Hamburguer Angus Carapreta de Picanha
Já experimentou os novos sabores de Hamburguer Angus Carapreta?
1 de fevereiro de 2021
Exibir Tudo

A importância da Pecuária

A pecuária tem grande importância econômica para o Brasil. O PIB da Pecuária de corte em 2019 representou 8,5% do PIB total brasileiro, com crescimento de 3,5% no último ano, somando R$ 618,50 bilhões gerando emprego e renda para milhões de brasileiros. O Brasil possui o segundo maior rebanho bovino do mundo e o primeiro maior rebanho comercial com 213,68 milhões de cabeças de gado, já que a Índia não explora comercialmente os seus animais. O país é também o maior exportador de carne, exportando cerca de 20% de sua produção, 2,49 milhões de toneladas equivalente carcaça (TEC) para 154 países, cerca de 80% dos países existentes no mundo.

A pecuária brasileira evoluiu constantemente nos últimos anos e de forma sustentável, com aumento da produtividade de 169% de 1990 à 2019, nesse período a produtividade passou de 1,6 @/ha/ano para 4,3 @/ha/ano e a produção de carne cresceu 128%. Todo esse crescimento com sustentabilidade pois a área de pastagens usada em 1990 era de 193 milhões de hectares, no ano de 2019 a área utilizada foi de apenas 163 milhões de hectares, diminuindo em 15,5%  a área utilizada de pastagens porém com grande aumento de produtividade devido ao uso de técnicas de manejo mais eficientes e tecnologia na campo.

Fonte: Athenago, dados Agroconsult, Agrosatélite, IBGE, Inpe/Terraclass, Lapig, Prodes, Rally da Pecuária, Map Biomas, Rede Fomento.

 

Dia Nacional da Pecuária

A pecuária brasileira tem menor custo de produção em relação aos seus maiores concorrentes como Austrália, Nova Zelândia, Canadá, Argentina e Uruguai. A pecuária Uruguaia ocupa 80% do território uruguaio, com 9,5 milhões de hectares de pastos nativos. Estima-se que cada animal disponha do equivalente a dois campos de futebol. Das 600 mil toneladas produzidas por ano, 70% são destinados à exportação. Suas terras planas e as pastagens naturais fizeram com que a pecuária evoluísse para se consolidar como uma das mais avançadas e rentáveis do mundo, com produção majoritariamente a pasto, assim como no Brasil, porém com uso intenso de raças britânicas Aberdeen Angus e Hereford, diferente do que ocorre no Brasil, com mais de 80% de gado zebuíno, sendo a raça Nelore a mais criada no país devido as condições climáticas e de adaptação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *